Todos os tipos

Delegacia da Mulher em Curitiba, Paraná

Confira aqui todas as informações disponíveis sobre Delegacia da Mulher em Rua Padre Antônio, 33 - Alto da Glória, Paraná: Descubra o endereço, horário de atendimento e também o que as pessoas têm a dizer sobre o serviço prestado.

Média das avaliações: Escrever uma avaliação

Endereço:

Rua Padre Antônio, 33 - Alto da Glória, Curitiba, Paraná

80030-100

Compartilhe: Sugerir uma atualização

Delegacia da Mulher em Curitiba, Paraná

Confira aqui todas as informações disponíveis sobre Delegacia da Mulher em Rua Padre Antônio, 33 - Alto da Glória, Paraná: Descubra o endereço, horário de atendimento e também o que as pessoas têm a dizer sobre o serviço prestado.

Horários de trabalho: Aberto
Domingo
00:00 – 23:59
Segunda-feira
00:00 – 23:59
Terça-feira
00:00 – 23:59
Quarta-feira
00:00 – 23:59
Quinta-feira
00:00 – 23:59
Sexta-feira
00:00 – 23:59
Sábado
00:00 – 23:59

Site: delegaciadamulher-pcpr.negocio.site

Escrever uma avaliação Como você avalia os serviços?

Comentários sobre Delegacia da Mulher

  • Vani Rodrigues Costauyccsz
    2017-09-22
    " Fui agredida pelo meu cônjuge dentro de casa me deu várias cadeiradas tudo isso por que me fui na vizinha retribuir im pouco os favores que ela me faz, e qnd voltei comecamos a discutir evitei o maximo sai d perto duas vezes,mas ele nao satisfeito descontou em nosso filho prendeu o menino de dois anos no quarto escuro e sozinho,escutei o choro abafado corri e tirei meu filho d lá,fiquei muito magoada falei pq fzr aquilo;e foi assim q começou a me dar cadeiradas me defendi como pude com uma mão pois estava com meu filho nos braços apavorado,sangrou minha mão, luchação no cotovelo minhas costas do lado esquerdo td roxo colocou uma cinta em meu pescoço puxou até qnd quis e só soltou quando meu filho chorou e gritava assustado ,e ainda me ameaçou de morte q depois que o filho ficasse quieto ele terminava oq tinha começado . A polícia foi chamada demoraram pra vir e enquanto isso o covarde gritando pra mim voce acha q eles vão acreditar em voce;vou falar q vc se bateu sozinha q vc quebrou as coisas que você é louca, que quer me prejudicar você vê na televisão que isso não dá em nada é normal pata policia eles nem vão vir .Eu crendo q não seria assim q eu ia receber apoio para que o covarde ficasse longe de mim pelo menos até eu ir embora com meu filho; mas foi como ele falou os policiais me olhavam como se eu fosse lixo mostrei as agressões e nada aconteceu pediram os documentos e já comentando de outra ocorrência disseram terminou por aqui por hoje! ?Qualquer coisa liguem novamente. Foi torturante e humilhante agora aqui eu trancada no quarto sem mais nada pata fazer se não aguentar mais humilhação e talvez coisa pior. Só penso no meu filho eu ia até o fim se eu tivesse tido o apoio da polícia pq eu precisava ir ao médico tô sentido muita dor. Porque tem ser assim,?! "